Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

2019 objectivos.png

 

Olá a todos, bem-vindos. Finalmente chegou o dia em que deixamos mais um ano para trás e partimos para um novo ano renovados e cheios de desejos e objectivos para cumprir (e outros tantos para não cumprir) durante os próximos doze meses, até voltarmos a repetir tudo novamente. Por isso, decidi deixar-vos aqui com a minha lista de objectivos para 2019 e que resolvi dividir em três categorias: Blogue, Literários e Pessoais. Vamos a isto, porque senão só para o ano (e que comecem todas as piadas habituais de Ano Novo).

 

Blogue:

— Continuar a melhorar o conteúdo e ser mais regular.

Não foi fácil manter um ritmo de posts certo, nem manter os dias que tinha planeados. Como disse ontem, o ano foi cheio de desafios e nem sempre houve a disponibilidade (muito mais mental, do que temporal) para cumprir o calendário que tinha delineado. Em 2019 espero planear tudo com mais antecedência, mesmo que isso implique menos conteúdo. Muitas vezes menos é mais.

 

— Criar um espaço onde dou a minha opinião conjunta sobre um livro e o filme (ou série) que esse livro originou.

A ideia deste espaço surgiu porque eu tenho a saga Millenium de Stieg Larsson para ler há já demasiado tempo e assim junto o útil ao agradável e vejo também os filmes que também já me tinham deixado curioso. No entanto, irei estrear a ideia com Fahrenheit 451 que foi o último livro que terminei este ano.

Conta com a vossa ajuda para me dizerem quais são os filmes que “saíram” de livros e com isto podermos compará-los.

 

— Tentar melhorar a minha escrita.

Sei que por vezes a minha forma de escrever se enrola um pouco e fica confuso de se ler. Por vezes é propositado para fins de ser uma distracção para preparar uma piada (às vezes até eu me distraio ao ponto de a piada nem sequer existir…). Se temos condições para fazer melhor porque não tentar?!

 

— Criar o espaço “José Rodrigues dos Santos”

Se já não é o meu escritor favorito, não foi por culpa dele, mas de uma tal de Sarah Pinborough apareceu na minha estante e arrebatou tudo e todos para segundo plano.  Certo é que foi graças a José Rodrigues dos Santos e ao seu “A Mão do Diabo” que toda esta minha paixão pela leitura nasceu. Por isso, e porque tenho já muitos dos seus livros em atraso quero dedicar-me a recuperar este atraso. A ideia será ler um livro dele por mês.

 

Literários:

 

— Ler 45 livros em 2019

Será um aumento de 15 livros em relação à meta que alcancei este ano. Como é que eu vou conseguir chegar a este número?! Não faço ideia. Por acaso até faço, mas será graças a um dos pontos da área “Pessoal”.

 

— Ler mais Fantasia e Poesia

São dois estilos que desde que criei o blogue quis “obrigar-me” a explorar, mas ainda sem grande relevância (Poesia então sem relevância nenhuma). Irá ser melhor de certeza em 2019.

 

— Comprar menos livros

É inevitável, o caso está cada vez mais grave: eu não faço ideia de quantos livros comprei este ano, mas tenho a noção (certa) de que foram mais que aqueles que li em todo o 2018 (como já disse, li trinta). Tenho tantos livros em lista de espera que seria um crime deixá-los mais um ano sem os ler.

 

 Pessoais:

— Procurar novas/mais oportunidades de aumentar os meus rendimentos.

Acho que isto é algo que todos queremos, certo?! Mas também é certo que se ficarmos à espera de que tudo nos caia no colo, não vamos sair do mesmo sítio e nem evoluímos. Por isso em 2019 tenho que dedicar tempo à procura do que a vida profissional tiver para me oferecer, sem medos.

 

— Perder menos tempo na Internet “a passear”.

Ainda bem que eu não tenho nenhum contador de tempo perdido entre redes sociais e em páginas de internet como o YouTube a perder tempo que no ano que vem quero dedicar para ler mais ainda.

 

— Ser mais sério, sincero e elogiar mais.

Os meus amigos vão detestar isto, mas eu tenho um problema grave: não consigo manter uma conversa num tom sério e adulto por mais de 10 minutos (sim, porque discutir futebol não é um assunto “adulto”). Atenção que eu gosto de ser bem-humorado e dizer mal de mim para que todos se riam, mas há situações em que podemos e devemos falar a sério, seja porque o assunto é sério ou porque os outros sentem a necessidade de dizer como se sentem e tenho que respeitar isso, em vez de dar uma piada para “animar”. Não se pode ser palhaço a vida toda… (não é Sócrates?!)

Também tenho que demonstrar mais o meu apreço, sempre que seja isso que eu sinta. Não estou sempre a reclamar e a “mandar abaixo” os outros, mas também não sou um poço de apoio e motivação. Tenho que reconhecer “em voz alta” os méritos de quem os tiver.

 

— E o clássico dos clássicos, perder peso.

O que seria de um início de ano sem o desejo de perder peso?! Tenho uma alimentação já muito equilibrada, mas ainda com alguns abusos que preciso de corrigir, mas quero aliar a prática de exercício físico à alimentação cuidada. O exercício físico servirá também para aliviar o stress diário.

 

Pronto e é isto que espero que aconteça no ano que começa depois da meia-noite. Daqui a um ano estaremos aqui para ver o que 2019 me reservou. Beijinhos e abraços, feliz ano novo e que 2019 traga tudo aquilo que desejam!

4 comentários

Comentar post