Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

nofinalmorremosdois.jpg

 

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião! Então como estão essas leituras de Outono?! Hoje venho falar da minha terceira deste mês “No Final, Morrem os Dois” (título original: They Both Die At The End) de Adam Silvera, editado em Portugal pela TopSeller. Primeiro que tudo (e por vezes esqueço-me de referir), que capa espectacular! À primeira vista, uma capa gira, pacífica, e quase que me passava despercebido a forma da sombra dos nossos dois personagens, um pequeno grande pormenor.

 

1.png

 

 

 

29segundos.jpg

 

 

Olá pessoal, como vai esse Outono em termos de leituras? Eu hoje venho falar da minha segunda leitura deste mês: “29 Segundos” de T.M. Logan, editado em Portugal pela HarperCollins Ibérica.

A história centra-se em Sarah que depois da boa acção de salvar uma menina recebe uma oferta do pai desta menina, no mínimo, estranha:  uma chamada, um nome e essa pessoa desaparece. A oferta é demasiado tentadora para o comum dos mortais, imaginem para Sarah que se vê assediada (de todas as maneiras e mais alguma) pelo seu chefe.

 

1.png

 

 

 

 

 

IMG_20190930_130244.jpg

 

 

Olá pessoal, preparados para mais uma opinião?! Nem eu… então vamos lá. Hoje é dia de falar daquela que foi a minha primeira leitura deste mês de Outubro, um dos livros mais falados do momento: “O Homem dos Sussurros” (título original: The Whisper Man) de Alex North (pseudónimo), editado em Portugal pela TopSeller.

Esta história começa com a chegada a Featherbank de Tom Kennedy e do seu filho Jake. Featherbank parece uma terra pacata, mas que esconde no seu passado, Frank Carter, um assassino em série que ficou conhecido como “O Homem dos Sussurros” porque à noite atraía as suas vítimas sussurrando-lhes à janela. Acabou detido, e lá continua há duas décadas. Até aqui caso resolvido e fechado, isto até outro rapaz ter desaparecido dois meses antes da chegada de Tom e Jake, em circunstâncias idênticas às de todos os outros que Frank Carter assassinou.

 

1.png

 

 

 

IMG_20190926_130101.jpg

 

 

Olá pessoal, cá estou com mais uma opinião fresquinha. Desta vez, será sobre a última leitura do mês de Setembro, “O Despertar do Mundo” (título original: The Aftermath) de Rhidian Brook, editado em Portugal pela ASA.

Como já tinha dito nas minhas redes sociais na altura em que apresentei esta nova leitura, este livro foi-me emprestado, fugindo ao muito do meu estilo preferido. Por falar em fugir, também já tinha dito, eu fujo deste tipo de capas a uma velocidade tal para os meus padrões que pareço um atleta olímpico de Marcha. Eu sei, não se deve julgar um livro pela capa, mas vocês também julgam que eu sou minimamente inteligente, por isso, estamos quites!

 

1.png

 

 

 

 

1984.jpg

 

 

Olá pessoal, cá estou eu pronto para vos trazer mais uma opinião. Desta vez para o The Bibliophile Club e que tinha como tema para Setembro, Livros Banidos. Desde logo foi muito interessante ver a quantidade de livros que, por alguma razão e em algum país, acabaram banidos e retirados das prateleiras. Eu sei, não há razão nenhuma, para que um livro seja retirado ou proibido de ser vendido e lido, mas isto também demonstra a sorte que temos por não existir (acredito eu) qualquer limitação sobre as nossas editoras para publicarem seja o que for. Veja-se o que aconteceu no Brasil num grande evento literário recentemente, mesmo a esta distância foi muito mau e resta-nos pensar que melhores dias virão e dizer a todos os que vivem no Brasil para reclamarem o seu direito à liberdade de expressão. Ordem e Progresso, certo?!

 

1.png