Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

autores-billboard

IMG_20200102_130702.jpg

 

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião. Desta vez trago-vos um livro que me foi oferecido no jantar de Natal da empresa. Este ano, decidi que todos os livros que me ofereceram no Natal teriam de ser lidos até Março. Claro que ajuda terem sido “só” 5 livros. Os meus amigos já se queixam que não sabem que livros me devem comprar, porque o mais certo é acertarem com algum que eu já tenha cá em casa, lido ou por ler!

Vamos então falar do livro de Gary John Bishop “Não Te F*das” (título original: Unfu*k Yourself), editado em Portugal pela Lua de Papel. Um livro curto, conciso e com principal foco na acção.

 

1.png

 

 

 

 

IMG_20190930_130752.jpg

 

 

Olá pessoal, como estão essas leituras? Quantos livros leram até agora? O livro de que vos vou falar hoje foi o escolhido para o tema de Janeiro pelo The Bibliophile Club: Livros adaptados a Cinema ou Televisão. Escolhi então o segundo livro da Saga Millennium de Stieg Larsson: A Rapariga Que Sonhava Com Uma Lata De Gasolina E Um Fósforo, edição da D. Quixote.

O ano passado comecei esta saga e demorou demasiado até voltar a ela, eu adorei o primeiro livro, foi até um dos melhores do ano. Também devia ter visto logo o primeiro filme assim que acabei a primeira leitura, mas assim tenho uma bela desculpa para ver os dois filmes de seguida 😁.

 

1.png

 

 

 

 

 

20180901_123255.jpg

 

 

Olá pessoal, aqui está mais uma opinião fresquinha. Como estão essas leituras de início de ano? Costumam fazer uma lista de leitura mensal, trimestral, semanal? Ou não fazem uma precisão sequer? Desta vez um livro de não-ficção de um autor dos quais já li “Sapiens” e “Homo Deus”. Aqui temos “21 Lições para o Século XXI” de Yuval Noah Harari editado em Portugal pela Elsinore.

 

1.png

 

 

 

 

 

 

IMG_20200102_180455_604.jpg

 

 

Olá pessoal, hoje volto com mais uma opinião, a primeira relativa ao ano de 2020! Qual foi a vossa avaliação ao primeiro livro do ano? Eu não podia ter começado melhor, mas não posso dizer que esteja surpreendido com a qualidade deste livro! Mas vamos lá com calma… A minha primeira leitura deste ano foi “O Rouxinol” de Kristin Hannah, no meu caso, na edição Círculo de Leitores.

 

1.png

 

 

 

 

IMG_20190323_154039.jpg

 

Olá pessoal, quem daí ainda está a recuperar da época festiva do final de 2019? Embora já tenham passado mais de 10 dias, sinto que ainda tenho restos do Natal e da passagem de Ano. Este livro é um desses restos, já que foi o último livro do ano de 2019, de Umberto Eco temos “O Nome da Rosa” (título original: Il nome della rosa) editado em Portugal pela Gradiva.

 

1.png

 

 

 

20181229_114519.jpg

 

 

Olá pessoal, hoje vou ser muito honesto com vocês, esta opinião será tão coerente como o título do livro em questão e, acima de tudo, imparcial! Por isso cá vai: o livro de que vos falo hoje é “Incoerências” de Rita Mendes, uma perfeita desconhecida para mim, só sei que é mãe de um dos meus melhores amigos (eu nem fui à apresentação do livro nem nada…)! O livro é-nos trazido pela Editora Ómega e encaixa perfeitamente no tema do The Bibliophile Club deste último mês de 2019: Poesia.

Eu acho que não lia poesia desde o tempo da escola, o que parecendo que foi ontem, já foi há mais de uma década. Também por isso achei que assim juntava o útil ao agradável e além de voltar aos poemas, podia falar e promover (e o que este blogue promove…) o trabalho de uma pessoa que eu conheço! Por isso esperem, acima de qualquer dúvida… o título do livro!

 

1.png

 

 

 

 

 

IMG_20190606_114933.jpg

 

 

Olá pessoal, Bom 2020 a todos, que tudo aquilo que ambicionam este ano se concretize. Qual é o livro que têm na vossa estante há imenso tempo mas que vai ser no próximo ano que o vão ler? Qual é o livro que está no topo da vossa lista de compras em 2020?

O livro de hoje é um daqueles que teve meses na minha lista de compras, mas que depois de o comprar na última Feira do Livro de Lisboa, também teve ainda mais uns meses para ser lido, e foi só agora em Dezembro (e como diz o Guterres: é só fazer as contas): A Minha Vida de Gandhi, editação portuguesa pela Editorial Bizâncio.

 

1.png