Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

saldos-billboard

àmorteninguémescapa.jpg

 

 

Olá pessoal, vamos a mais uma opinião?! Esta foi a minha primeira leitura de Fevereiro e um regresso a um autor que conheci o ano passado e do qual gostei muito. Qual foi o autor que conheceram o ano passado que mais gostaram de ler?

Vamos então falar de “À Morte Ninguém Escapa” (título original: “Pop Goes the Weasel”) de M. J. Arlidge, editado em Portugal pela TopSeller. Este é o segundo livro do autor e onde vamos voltar a seguir a detective Helen Grace em mais um caso, depois de tudo aquilo que lhe aconteceu em “Um, Dó, Li, Tá”.

 

ámorteninguémescapaquote1.png

 

 

A história do primeiro livro foi muito pessoal e focada na vida e principalmente no passado da detective. Além de ser muito macabro, o sentimento constante de escolha que tanto as vítimas como Helen acabam por se ver forçados a tomar, fez daquele livro um livro muito bom e marcante.

Aqui, é o regresso ao trabalho de Helen e de mais elementos da sua equipa e logo com outro caso, que também tem muito de macabro: um corpo abandonado numa casa vazia e o seu coração foi arrancado e entregue à sua família. Só por aqui já fiquei logo interessado nesta aventura à descoberta de mais um assassino que parece não querer parar de aumentar a sua lista de vítimas, vítimas essas escolhidas por serem homens de família que enganam as suas mulheres.

 

àmorteninguémescapaquote2.png

 

Como se não bastasse já um caso difícil de resolver, a nossa detective vê-se rodeada de problemas no seio da sua organização, onde ela por vezes se sente um alvo a abater e indesejada pelos seus superiores. A isto juntam-se alguns erros cometidos durante esta investigação que podem tanto desgraçar a vida, como o seu lugar na equipa e ainda complicar ou até não permitir a resolução deste caso.

 

àmorteninguémescapaquote3.png

 

Gostei muito desta leitura e do modo como a autora nos vai dando pequenas informações, levando-nos por caminhos sem saída e por pistas que afinal atrapalham mais do que nos ajudam a tentar imaginar quem pode ser o assassino. E aí a surpresa é bem grande e muito bem montada em todos os seus pormenores para que nada fique incoerente.

 

àmorteninguémescapaquote4.png

 

Foram 4 estrelas bem recheadas no Goodreads e até nem sei bem definir o que está a faltar para que estes livros e este autor tenham da minha parte a classificação máxima. Já alguma vez sentiram isto, que há algo que não conseguem explicar, mas que não vos permite dar 5 estrelas, apesar de terem adorado tudo do livro? Se calhar sou só eu que sou estranho, isto para além de não ser particularmente fã desta forma de avaliar, de um a cinco. Eu prefiro avaliações de 0 a 20 e vocês que tipo de avaliação preferem? Mais uma vez muito obrigado pelo apoio, comentem e boas leituras!

 

àmorteninguémescapaquote5.png

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.