Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

gastronomia-billboard

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr1.png

 

Olá pessoal, sejam bem-vindos a mais uma opinião. Espero que se encontrem bem nesta época de pandemia, mas queria saber: como é que a pandemia alterou (se alterou) os vossos hábitos de leitura? No meu caso tem sido estranho porque se seria de prever que fosse ler mais ainda, não é isso que tem acontecido, tenho-me forçado a manter o mesmo ritmo e horas de leitura porque não quero ter aquela sensação de estra a ler por “obrigação” em vez de continuar a ser uma das coisas que me dá mais prazer. Estranho?! Bem-vindos ao meu cérebro!!!

O livro de hoje é o terceiro da Saga Millennium de Stieg Larsson: A Rainha no Palácio das Correntes de Ar (título original: LUFTSLOTTET SOM SPRÄNGDES) editado em Portugal pela Dom Quixote. Este é o último livro da saga escrito por Stieg Larsson que morreu antes sequer de ter a noção do sucesso que a sua obra iria alcançar.

Este terceiro livro começa exactamente onde acabou o segundo e com Lisbeth Salander em risco de vida para tentar de alguma forma recuperar dos ferimentos de que foi vítima, esperando-lhe várias semanas de recuperação no hospital sem possibilidade de comunicar com o exterior. Como se isto não fosse suficiente, o pai (também ele bastante ferido) encontra-se no mesmo hospital e com planos de fazer calar todo o testemunho e informações que Lisbeth possa dar à justiça.

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr2.png

 

 

Quem percebe tudo isto e, como seria de esperar, decide ajudar Lisbeth é o nosso jornalista favorito, Mikael Blomkvist que se faz rodear por todos aqueles que querem ajudar Lisbeth, mostrando através de um artigo para a revista, a conspiração que visa silenciá-la. Mas também a revista Millennium passa por momentos complicados e de mudança na liderança.

Todas estas histórias se vão desenrolando a um bom ritmo e cada uma delas tem interesse por si só, o que torna este calhamaço de mais de 700 páginas uma aventura com vários pontos de interesse e muitas surpresas pelo meio, com descobertas comprometedoras tanto para a justiça, como para a polícia de segurança sueca, Säpo.

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr3.png

 

Adorei este livro, tanto como os anteriores e embora eu não tenha muitas colecções, esta saga conquistou-me completamente e Lisbeth Salander é uma das minhas personagens favoritas de sempre. Claro que foram 5 estrelas limpinhas no Goodreads e se esta saga tivesse acabado por aqui, não me teria surpreendido, porque teve um bom final, adequado.

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr4.png

 

Mas já que há mais… eu não rapazinho para dizer que não! Será interessante tentar perceber se o novo autor irá conseguir fazer jus ao primeiro, o que não vai ser nada fácil. Quem já leu a saga toda, a diferença entre eles é muito grande? Não irei voltar a esta saga tão depressa (ou talvez volte, eu sou gémeos, coerência não é bem a minha cena) para me poder distanciar e saborear esta saga ao longo do maior período de tempo possível.

Muito obrigado por estarem aí, espero que tenham gostado, comentem, cuidem-se e como sempre, boas leituras. Até à próxima.

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr5.png