Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

red tube.png

Termos da pesquisa: Google, imagens, Red Tube logo. Feito!

Demorei foi umas duas horas a fazer essa pesquisa!

 

 

AVISO: Devido ao tema em questão e tornando-se impossível ser de forma diferente, avisamos os nossos leitores que o texto que se segue contêm, como é hábito, muita asneira, mas também vernáculo do bom. Vernáculo esse, que não sendo uma obrigatoriedade criminosa ao nível dos beijos aos avós, é ainda assim para os mais sensíveis, uma chatice. Lamentamos, mas a liberdade de expressão instituída deixa-nos ser parvos a este ponto e eu estou cá para isso!

 

Depois de dado o aviso, olá a todos bem-vindos a mais uma história de arromba. Com a confissão da semana passada, tirei um peso dos ombros e já que estou neste escarafunchar de esqueletos no armário, hoje vamos a mais um: eu vou ao Red Tube todos os dias!

Rapaziada, eu acho que está mais que na altura de perder a vergonha e dizer o que nos vai na alma e que este meu exemplo seja o rastilho para que outros se cheguem à frente e falem sem inibições. Roubámos alguma coisa?! Estamos a fazer mal a alguém?! Somos deputados?! Não, nada disso, então porquê ter vergonha?!

Eu de Red Tube, já tenho quilómetros. Não há que ter medo das palavras! Já lá vai o tempo (antes dos meus 18 anos) em que nem sonhava o que era o Red Tube. Claro que nos primeiros tempos ia com calma. Sabia lá eu onde é que me estava a meter, tinha que me sentir em segurança, não podia chegar lá dar fogo à peça, assim sem precauções nenhumas!

Tivesse eu feito isso e já estava morto, já não estava cá para contar a história. Aquilo do Red Tube, parece que não é nada de mais, que é só pôr mãos à obra e o trabalho aparece feito e ninguém se fod… magoa! Quem não tiver atenção a ir ao Red Tube, está a meio caminho andar a dar o litro e no fim de contas não era nada daquilo que queria ter feito.

Armem-se em espertos e fanfarrões no Red Tube e depois quando derem por isso, está o animal todo vermelho e vocês todos assados! Sim, meus humildes gabarolas, depois quando tiverem todos partidos e não conseguirem corresponder às vossas obrigações matrimoniais não digam que eu não avisei.

Como seria de prever nem sempre estou virado para lá ir, mas quando dou por aquilo já tenho em mãos um problema para um par de horas! Isto não tem mal nenhum e bom seria que mais gente se chegasse à frente e admitisse que vai ao Red Tube. Ninguém é o super-homem, cada um vai à briga com o que tem, é preciso é dar tudo e de certeza que no fim o trabalho fica feito e bem feito.

Por isso rapaziada, façam como eu, admitam já foram ao Red Tube! Vá um de cada vez: “Já fui ao Red Tube”!

Viram não custa nada, quer dizer, custa, mas é a vida, tem que se trabalhar!

 

20181022_103102.jpg

Pronto aqui está ele, o meu Red Tube!

Agora é só agarrar no instrumento de trabalho e separá-lo.

A pergunta que se impõe: É grande, não é?!

 

 

 

2 comentários

Comentar post