Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

De: Mim

Para: Rúben Semedo

Data: Num destes dias após a tua detenção

 

Olá Rúben, meu querido amigo. Se eu fosse realmente teu amigo começaria assim…

Estaria aqui feliz por ti, pela tua transferência para Espanha, e por finalmente, e para regalo deste benfiquista que te escreve, teres deixado o Sporting. Sim o meu presidente (o da República) deixa que fale à vontade. Fico feliz porque és um bom jogador, pena foi que a partir do momento em que te assumiste benfiquista, os teus erros, que anteriormente eram normais da inexperiência competitiva, agora seriam para beneficiar o teu clube do coração.

Por isso, ir para o Villarreal foi bom para ti e para os teus amigos, e era agora que eu também queria estar incluído nesse lote.

 

Rúben Semedo.jpg

 

 

Já tinha experimentado essa tua máquina nova e curtido umas belas noites, à tua pala, na discoteca.

Já te tinha pedido uns cinquenta mil euros, com a promessa de te devolver com juros. “Juro que nunca mais os vês”, diria eu. Ser raptado e ameaçado seria um pequeno preço a pagar, mas os amigos são assim: para as ocasiões (mesmo as mais difíceis).

Posso ser esse tipo de amigo para ti? Anda lá, cinquenta mil já me deixavam contente… por ti claro. Não?!

Então se quiseres posso ser teu amigo como dever ser. E os amigos como deve ser fazem duas coisas: criticam e ajudam. E, para te mostrar que podemos ser amigos (desde que não me peças dinheiro), vou-te criticar e acho que ajudar também.

Primeiro, e acho que já te apercebeste disso, cometeste muitos erros ultimamente, e neste caso nem prejudicaste o Sporting, nem beneficiaste o Benfica. O maior prejudicado foste, e serás sempre que agires assim, tu.

És jovem e é normal que vás cometer erros, e não saber escolher certas amizades é um erro. Perante um problema que não sabes como resolver, pede ajuda legal, não tentes resolver à força. Assim ofereces o 1-0 àqueles que te querem mal.

Acredito no teu valor enquanto futebolista, tens qualidade para fazer parte da próxima geração da selecção e lá seres titular, ainda vais muito a tempo de te redimires. Foca-te naquilo que realmente importa: ser uma melhor pessoa, e jogador, todos os dias.

Já sabes, não é preciso ser teu amigo do peito para te dizer isto, que depois disto tudo resolvido haverá muito mais desconfiança sobre as tuas qualidades, principalmente as humanas. Prova-lhes que aprendeste a tua lição.

Pega na bola que é a tua vida e alivia-a das más energias e das pessoas que só querem ver-te falhar. Não lhes dês esse prazer. Pensa na tua família, nos tempos em que a vida não foi fácil para ti nem para a tua mãe que se fartava de trabalhar.

Faz da tua vida a baliza a proteger. Deixa em fora-de-jogo os amigos interesseiros. Dá uma carga de ombro bem forte nesses que dizem que já estás acabado para o Futebol. Entra em carrinho contra aqueles frustrados que não compreendem que não importa se o dinheiro é muito ou pouco, erramos todos, mas só os fortes aprendem com esses erros.

É este tipo de amigo que precisas, e no fim eu não sou nem o teu melhor amigo nem aquele que fica contente por te ver falhar. Sou só alguém que não suporta ver talento jogado (nesse caso não-jogado) fora.

Olha um amigo teu mandou-te isto:

Gelson Martins.jpg

 

 

3 comentários

Comentar post