Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

20180212_125957.jpg

 

 

Deixem que vos diga que quando agarrei neste livro— ou calhamaço, como lhe queiram chamar— passei os olhos pelas mais de 600 páginas e dizia 7 passos para a independência financeira pensei:

“ Devem ser passos do Godzilla ou do King Kong de certeza!”.

A ideia principal é transformar o leitor dum básico consumidor num investidor que consiga criar um rendimento vitalício. Isto através de conceitos simples (depois de aprender também eu digo isso) como juro composto, riscos assimétricos, portefólio e os para sempre mal-amados impostos.

Baseado em dados históricos de longos períodos, embora advertindo (tanto o autor, como o editor, e o mais pobre dos três: eu) que resultados passados não são certeza de resultados futuros, essas informações são-nos apresentadas e tornam-se grandes “abre-olhos”.

A parte final consiste não só em entrevistas a grandes “self-made” no mundo económico, mas também numa previsão, positiva mas ao mesmo tempo assustadora, de como o avanço tecnológico vai modificar o panorama económico e laboral do Mundo.

Posso dizer que apesar de quase 700 páginas de teoria económica, sobrevivi. Ainda assim, só de pensar que ainda terei que complementar este calhamaço— ou livro, como preferirem— com mais dados ou livros específicos para a realidade portuguesa deixa-me com a percentagem toda do meu cérebro com um juro composto que quase rebenta o meu portefólio psíquico.

 Recomendo “ O Jogo do Dinheiro”, que embora não sendo fácil provocou uma mudança de perspetiva e tornou menos difícil perceber como fazer crescer os nossos rendimentos. 

 

2 comentários

Comentar post