Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

omeuirmão.jpg

 

 

Olá pessoal, volto hoje com mais uma opinião, que é esta: “Que livro do…”. Pronto já está. Adeus e boa noite. Realmente não há muito mais a dizer sobre este livro, que livro do Afonso Reis Cabral! Uma autêntica maravilha! Mas talvez seja melhor elaborar um pouco mais a minha opinião.

Primeiro que tudo, este não é o primeiro livro que leio do autor. Li em Outubro do ano passado o “Pão de Açúcar”, um livro baseado em factos verídicos, e gostei muito. De maneiras que as expectativas iam altas, o que sinceramente me fez adiar muitas vezes a leitura para não julgar um em função do outro. Falo-vos então de “O Meu Irmão”, vencedor do Prémio Leya 2014.

 

1.png

 

 

Neste romance temos a história de Miguel, com 40 anos e que nasceu com síndrome de Down. Com a morte dos pais e para surpresa da restante família é o seu irmão, divorciado e professor universitário, que decide ficar a cuidar de Miguel. O ritmo do livro começa lento, deambulando entre o presente e o passado, altura em que os pais deles eram vivos.

 

2.png

 

Daí percebemos que o professor sentia muitos ciúmes de Miguel, porque Miguel era quem recebia todas as atenções e mimos da família. Depois enquanto cuida do irmão os ciúmes não param, desta vez porque aparece Luciana, por quem Miguel se apaixona. Se há coisa que Miguel mostra ao longo deste livro é que pode ter síndrome de Down, mas que tem opiniões, desejos e acima de tudo (e muito mais que o seu irmão) sentimentos.

 

3.png

 

As últimas cem páginas são devoradas em menos de nada e com uma sensação em que a palavra raiva não exprime na totalidade (talvez nem em metade) o meu sentimento quando acabei este livro. Claro que tudo isto é fruto de uma escrita espectacular, carregada de maturidade e que mexe connosco sem medo de nos ferir, nem de mostrar que os finais felizes nem sempre acontecem, tal como quem tem síndrome de Down não é sempre o mais deficiente da história.

 

4.png

 

Adorei este livro, sou fã de Afonso Reis Cabral, e recomendo a todos que leiam este livro, é absolutamente essencial para quem quer tentar compreender (quando dá…) a natureza do ser humano. Foram 5 estrelas bem grandes no Goodreads e uma bela forma de começar o mês de Novembro! Quem já leu este livro? Que outros livros deste autor conhecem? Quais são os vossos planos de leitura para este mês? O que andam a ler? Comentem e boas leituras!

 

5.png

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.