Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

autores-billboard

IMG_20190323_154039.jpg

 

Olá pessoal, quem daí ainda está a recuperar da época festiva do final de 2019? Embora já tenham passado mais de 10 dias, sinto que ainda tenho restos do Natal e da passagem de Ano. Este livro é um desses restos, já que foi o último livro do ano de 2019, de Umberto Eco temos “O Nome da Rosa” (título original: Il nome della rosa) editado em Portugal pela Gradiva.

 

1.png

 

 

Temos então a história da aventura de Adso e Guilherme em 1327 numa abadia em que Guilherme se vê com um caso de polícia por resolver quando um monge aparece morto misteriosamente. E não será o único, ao longo de sete dias a, supostamente, sagrada abadia vira um autêntico inferno, recheado de crimes e mortes.

Se este livro pode ser resumido em poucas palavras seriam “potencial desperdiçado”! Tinha tudo para correr bem e manter o leitor agarrado à história. Guilherme é uma personagem principal muito boa, com uma inteligência invulgar. Mas em vez de se focar nos acontecimentos principais, o relato vai avançando e vai-se perdendo em assuntos e descrições sem qualquer interesse e, acima de tudo, utilidade para o desenrolar da história.

 

2.png

 

Depois tivemos uma coisa que, em teoria, é muito boa, mas que nesta realidade foi muito má: o vocabulário. Parabéns a Umberto Eco tem um vocabulário riquíssimo, mas o exagero tanto no vocabulário como nos pormenores, tirou-me completamente o interesse sobre o que vinha a seguir. Isto é uma história em que a base é resolver um crime em território “sagrado”, por mim isto era mais que suficiente, mas o autor foi muito ao detalhe sobre coisas sem sentido nenhum.

 

3.png

 

Foi uma leitura aborrecida, ou como diria Umberto Eco, uma grande chatice que causa um grande constrangimento na apreciação efectiva das qualidades que possivelmente poderia ter causado aqui no excelentíssimo leitor que agora decidiu escrever uma opinião que infelizmente não é nada abonatória! Foi mau que chegue para perceberem a ideia?

 

4.png

 

Com isto acabei o ano de 2019 com esta leitura que levou 2 estrelas no Goodreads, isto porque a história principal era interessante e Guilherme é uma personagem muito interessante. De resto foi tudo muito mau, mas podia ser pior, imaginem que começava 2020 com esta leitura… Era coisa para não voltar a pegar em nenhum livro até 2021! A vossa última leitura do ano foi boa? Que livro fechou 2019? Obrigado a todos, até à próxima e boas leituras, ou como diria Umberto Eco (boas coisas que eu não consegui proporcionar a este gajo que escreve para um blogue e tem a mania que é parvo).

 

P.S: Sr. Eco eu não tenho a mania, eu sou mesmo, repare que eu até estou a responder a mim mesmo…

 

5.png

 

 

 

2 comentários

Comentar post