Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

guardachuva.jpg

 

 

Olá a todos, essas férias estão a dar para meter as leituras em dia? Para quem não tem férias nesta altura não desanimem, leiam um livro que isso passa!

Ora então hoje vamos falar da minha segunda leitura do mês de Agosto. Depois de ler “Princípio de Karenina” deste mesmo autor, sabia que queria voltar a ler mais dele e como tinha aqui em casa dois dos seus livros, decidi deixar que fossem, mais uma vez, os seguidores no Instagram (são os maiores!) a escolherem qual seria a minha próxima leitura! E daí que decidiram “Para Onde Vão os Guarda-Chuvas” editado pela Companhia das Letras Portugal.

 

1.png

 

 

Tendo em conta a sinopse a história desenrola-se num Oriente efabulado, recheado de personagens, cada uma com as suas características específicas, algumas delas muito específicas mesmo, mas que de alguma forma acabam por ser interligadas ao longo da história.

Embora seja um livro com quase 600 páginas, muito do seu conteúdo tem que ser lido nas entrelinhas, tem muitas mensagens importantes. Temos o Oriente em todo o seu esplendor, o bom, o mau e mais alguma coisa que possa ainda existir no meio.

 

2.png

 

Achei interessante, além da escrita que está sempre em grande nível, algumas mudanças no ritmo (não sei, fui só eu a notar isto?!). Ora estamos em cenários muito descritivos e a acção parece parada, depois acelera e já andamos a correr com a acção páginas umas atrás das outras. A juntar a isto algumas fotos de um jogo de xadrez, bem ilustrativas daquilo que se vai desenrolando e daquilo que é basicamente a vida. Será a vida um jogo de xadrez (é que eu não sei jogar xadrez, nota-se…)?

 

3.png

 

Toda a história é recheada e muito rica, tanto na descrição daquela realidade como nos ensinamentos que acaba por nos oferecer. É daqueles livros que nem sei realmente qual é a mensagem principal!

Fala-se de religião?! Fala-se muito de religião…

Será sobre amor?! Fala-se muito de amor…

 

4.png

 

Será compreensão?! Sim é provável que seja a compreensão que mais se destaca. Compreender o amor, a religião, as semelhanças e as diferenças de cada um, acho que é disto, se compreendi bem, que este livro trata… de compreensão!

 

5.png

 

Adorei este livro, no Goodreads dei 4 estrelas e Afonso Cruz já se tornou um dos meus escritores portugueses favoritos. A sua imaginação, originalidade e a sua forma de escrever, prendem-me à história e acabo os livros dele sempre com muita vontade de voltar a ler mais deste autor.

 

6.png

 

E vocês, já leram este livro? Que livros leram de Afonso Cruz? Agosto foi um mês produtivo? Quantos livros leram? Qual a vossa leitura de Verão favorita? Comentem e boas leituras, até à próxima!

 

7.png

 

 

8.png