Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

WOOK - www.wook.pt

SobUmCéuEscarlate1.png

 

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião aqui na página. Espero que se encontrem todos bem e sem distanciamento social de bons livros! O livro que vos venho falar hoje foi escolhido pela @jucamindscape para o mês de Julho do projecto #chooseforme da @chuvadeletras__ e da @randygirlstuff, duas meninas muito simpáticas e sempre com novas ideias para manter o grupo animado. Também foi uma leitura conjunta com a @obsessoesliterarias, sendo que tivemos opiniões muito idênticas em quase tudo.

O livro escolhido é baseado em mais uma história verídica da Segunda Guerra Mundial, desta vez sobre um país e ponto de vista que não se vê abordado tantas vezes assim, a ponto da batalha travada em Itália ser apelidada pelos historiadores como a “Frente Esquecida”. Que outros livros vocês conhecem ou já leram que sejam sobre a Segunda grande guerra, mas que não se limitem a Auschwitz? Temos então, “Sob um Céu Escarlate (título original: Beneath a Scarlet Sky) de Mark Sullivan, editado em Portugal pela Cultura Editora.

 

SobUmCéuEscarlate2.png

 

 

 

 

 

 

 

ODiscípulo1.png

 

 

 

Olá pessoal, prontos para mais uma opinião?! Espero que se encontrem bem de saúde e com leituras muito boas. Hoje é dia de falar do segundo livro da Série Sebastian Bergman “O Discípulo” (título original: Lärljungen) da dupla Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt, editado em Portugal pela Suma de Letras. Esta leitura faz parte do clube de leitura organizado também por uma dupla, @mjoaocovas_livros_gosto e @mjoaodiogo. Tem sido muito interessante fazer parte deste Clube de Leitura e ir acompanhando o entusiasmo de todos com estas leituras.

Nesta segunda aventura temos mais uma vez Sebastian Bergman no papel central (até parece que esta série é dele 😂) que depois do final do primeiro livro descobre quem é a filha que descobriu que tinha. Não imaginaria no início da sua procura que a sua filha estaria tão perto de si e que já a conhecia antes de saber sequer que era ela a sua filha. A juntar a isto, na cidade de Estocolmo, várias mulheres são assassinadas brutalmente com a marca registada de Edward Hinde, um serial killer que Sebastian prendeu há quinze e que continua detido. Tendo sido parte tão importante nessa detenção, Sebatian volta a ser integrado na equipa de investigação, mas pior que tudo isso é a descoberta que todas as vítimas estão directamente ligadas a Sebastian!

 

ODiscípulo2.png

 

 

 

 

 

 

Verity1.png

 

 

 

Olá pessoal, como vão essas leituras? Qual é a vossa leitura por estes dias? O livro que venho falar hoje foi a escolha do meu par para este mês de Junho no #chooseforme, organizado pela @randygirlstuff e pela @chuvadeletras__. Tem sido muito divertido participar neste projecto e parece que já estão a magicar mais ideias para manter este grupo e todos os seus pares animados.

Neste mês de Junho o meu par é a @ricardabooks que escolheu “Verity” da mais que conhecida Colleen Hoover, editado em Portugal pela TopSeller. Desta autora só li o “Confesso”, adorei e foi uma grande surpresa porque tinha aquele preconceito estúpido de que se está tudo doido com esta autora é porque é demasiado romântico para o meu gosto. Mas enganei-me, claro que não deixou de ser um romance, mas a escrita e a história foi montada de forma espectacular. Quando soube que “Verity” era a estreia da autora pelo mundo dos Thrillers, fiquei ainda mais curioso e decidi que seria o próximo livro que teria da autora.

 

Verity2.png

 

 

 

 

 

 

OPrincipezinho1.png

 

 

 

Olá pessoal, como vai esse desconfinamento? Eu tenho-me mantido responsável, tanto que este ano nem saí para festejar o meu dia! Pois é, chegou o Dia da Criança e eu fiquei em casa! Triste sim, mas necessário. Por isso, decidi festejar este dia fazendo a leitura de um livro infantil que me foi oferecido no meu dia de anos, que para quem não sabe é no dia 29 de Maio (agora escusam de me vir dar os parabéns atrasados, até porque eu sou atrasado desde desse dia em 1987 e não só agora!). Só por si, esta prenda atesta bem o nível de maturidade que os meus amigos pensam que eu tenho… Isso ou o facto de eu não ser um leitor desde criança…

Dito isto, temos então “O Principezinho” (título original: “Le Petit Prince”) de Antoine de Saint-Exupéry editado em Portugal pela Porto Editora. Esta edição que me ofereceram, com 1ª edição de Janeiro de 2015 e reimpressão de 2019, diz ser de acordo com a edição original de 1943 e conta com prefácio de Valter Hugo Mãe, aguarelas do autor e ainda com um guia de leitura, essencial para que compreendamos todas as mensagens que devemos reter de cada capítulo.

 

OPrincipezinho2.png

 

 

 

 

 

 

NoEscuro1.png

 

 

Olá pessoal, prontos para mais uma opinião?! Antes e uma vez que já chegamos a meio do ano, digam-me, qual é que foi a vossa melhor leitura até agora? E já agora, qual a maior surpresa e a maior desilusão nestes primeiros seis meses?

O livro de hoje é o segundo que leio de Cara Hunter: “No Escuro” (título original: “In The Dark”) editado em Portugal pela Porto Editora. Este foi o também o segundo livro do mês de Maio que o meu par escolheu para o #chooseforme, a @chuvadeletras__ (também ela organizadora do projecto em conjunto com @randygirlstuff).

A história começa com a descoberta de uma mulher e uma criança em risco de vida presas numa cave. O pior de tudo é que o proprietário, já muito velho e confuso, jura que nunca as viu e mais intrigante que isso, é não haver qualquer indício ou relato do desaparecimento desta mulher.

 

NoEscuro2.png

 

 

 

 

 

 

TheShining1.png

 

 

Olá pessoal, espero que se encontrem bem e prontos para mais uma opinião. Finalmente ganhei coragem para me aventurar nos livros deste senhor. Decidi então comprar uns quantos livros do autor, correndo o risco de só ler um e morrer de medo, não dormir mais na vida, etc. Sim, o meu subconsciente é um mariquinhas, já devo ter corrido umas 50 maratonas desde puto a fugir do Chucky!

Temos então “The Shining” de Stephen King editado em Portugal em versão livro de bolso pela 11X17. Qual é o vosso livro favorito de Stephen King? Houve algum que vos fez passar mal a noite? 😂 Neste livro temos Jack Torrance que é contratado para tomar conta de um velho hotel isolado nas montanhas. Aquilo que parece o local ideal para que Jack e a sua família possam ter paz e ser a solução para os seus problemas, rapidamente se transforma num local cheio de histórias trágicas e ressentimentos que carregam o hotel com forças malignas prontas para levar Jack e a sua família ao desespero.

 

TheShining2.png

 

 

 

 

 

 

MistérioEmNineElms1.png

 

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião. Como é que vão essas leituras? O livro de hoje foi a primeira escolha do mês de Maio para o #chooseforme, projecto da @chuvadeletras__ e @randygirlstuff que consiste em sortear pares para que cada um escolha o livro que o seu par vai ler. Quem foi a pessoa que me calhou em sorte em Maio? Nada mais, nada menos que uma das organizadoras, a @chuvadeletras__.

Então a Jéssica escolheu “Mistério em Nine Elms” (título original: Nine Elms) de Robert Bryndza (um dia irei conseguir escrever este nome sem olhar para o papel, Robert não é um nome fácil…), editado em Portugal pela Alma dos Livros. Quem é fã deste autor? Que livros dele é que já leram?

 

MistérioEmNineElms2.png

 

 

 

 

 

 

SegredosObscuros1.png

 

 

Olá pessoal, como estão?! Essas leituras têm sido boas? Contem-me tudo! O livro de hoje faz parte de uma série que há muito tempo me despertava o interesse, quanto mais não fosse pelas capas bastante peculiares com cada livro a ter um animal diferente na capa. Depois existiram duas coincidências engraçadas para comprar e ler esta série: Primeiro, as promoções espectaculares da @livrariawook que deram mais força à minha curiosidade por estes livros e depois porque soube que tinha sido criado um Clube de Leitura, organizado pela @mjoaodiogo e pela @mjoaocovas_livros_gosto, para a leitura desta série, um livro por mês. Isto, só por si, já é um desafio para mim, uma vez que não costumo ler livros da mesma série ou do mesmo autor em meses seguidos.

Sendo assim, temos o primeiro livro da Série Sebastian Bergman, “Segredos Obscuros” (título original: Det Fördolda) da dupla Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt, editado em Portugal pela Suma de Letras. A história começa por nos apresentar Sebastian Bergman um psicólogo que ajudava a polícia, sendo um especialista em casos de serial killers, mas que vê a sua vida destroçada à custa do tsunami que rouba a vida da mulher e da filha. No entanto, vê-se novamente arrastado para um caso de polícia quando é descoberto num pântano o corpo de um rapaz de dezasseis anos morto e a faltar-lhe o coração!

 

SegredosObscuros2.png

 

 

 

 

 

 

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr1.png

 

Olá pessoal, sejam bem-vindos a mais uma opinião. Espero que se encontrem bem nesta época de pandemia, mas queria saber: como é que a pandemia alterou (se alterou) os vossos hábitos de leitura? No meu caso tem sido estranho porque se seria de prever que fosse ler mais ainda, não é isso que tem acontecido, tenho-me forçado a manter o mesmo ritmo e horas de leitura porque não quero ter aquela sensação de estra a ler por “obrigação” em vez de continuar a ser uma das coisas que me dá mais prazer. Estranho?! Bem-vindos ao meu cérebro!!!

O livro de hoje é o terceiro da Saga Millennium de Stieg Larsson: A Rainha no Palácio das Correntes de Ar (título original: LUFTSLOTTET SOM SPRÄNGDES) editado em Portugal pela Dom Quixote. Este é o último livro da saga escrito por Stieg Larsson que morreu antes sequer de ter a noção do sucesso que a sua obra iria alcançar.

Este terceiro livro começa exactamente onde acabou o segundo e com Lisbeth Salander em risco de vida para tentar de alguma forma recuperar dos ferimentos de que foi vítima, esperando-lhe várias semanas de recuperação no hospital sem possibilidade de comunicar com o exterior. Como se isto não fosse suficiente, o pai (também ele bastante ferido) encontra-se no mesmo hospital e com planos de fazer calar todo o testemunho e informações que Lisbeth possa dar à justiça.

 

ARainhaNoPalácioDasCorrentesDeAr2.png

 

 

 

 

aeducaçãodeeleanor1.png

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião. Como têm passado? Como estão essas leituras? Até agora qual é o vosso livro favorito de 2020? Contem-me tudo! O livro de hoje é um daqueles que passa imenso tempo na nossa lista de desejos e que até está várias vezes em promoção, mas que por qualquer razão tarda em chegar às nossas estantes. Digam-me que não é só comigo que isso acontece…

Finalmente decidi comprá-lo e, mais felizmente ainda, decidi participar no desafio da @chuvadeletras__ e da @randygirlstuff, #chooseforme. Em que é que consiste este desafio?! Então, são sorteados grupos de duas pessoas e cada um escolhe a leitura do seu par. Para o mês de Abril, o meu par sorteado veio directamente do Brasil (as maravilhas da Internet e das redes sociais), @amandasrefuge! Ou seja, a culpa é da Amanda! E ainda bem! Sendo assim, aqui temos “A Educação de Eleanor” (título original: Eleanor Oliphant is completely fine) de Gail Honeyman, editado em Portugal pela Porto Editora.

 

aeducaçãodeeleanor2.png