Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

inglês.png

 

Olá a todos, hoje A Vida Dum Carola vai pela primeira vez internacionalizar-se, por isso qualquer má tradução, construção das frases, não me culpem, graças ao Google Translator eu posso ficar em modo Jorge Jesus UK.

Eu posso dizer que domino a língua inglesa (e não duma inglesa, calma aí seus tarados) com relativo à vontade. Por relativo à vontade, entenda-se: ver filmes sem precisar de legendas. Mas nem sempre foi assim, aliás melhorei bastante foi depois de sair da escola.

E foi mesmo na escola que se passou esta peripécia (mais uma). Por efeitos de fraca memória, não me lembro se isto foi no sétimo ou no oitavo ano. Isto passou-se, como sempre, literalmente assim:

— Hello my little losers. Today you're going to introduce yourselves to your classmates... In English of course! (Olá, meus pequenos falhados. Hoje vocês vão-se apresentar para os vossos colegas de turma… Em inglês claro!).

Deus me valha, aquela sala parecia os adeptos de futebol a reclamar.

—Fogo, oh stora em inglês não…

— I can’t understand you… (Não vos consigo entender…)

— Oh stora, tem as calças sujas de giz no cú… — disse um colega meu, bem atencioso, o que resultou numa gargalhada colectiva do resto da turma.

— Olha vai já para a rua! — disse a professora furiosa e vermelha como um tomate.

 

 

escumalha.png

 

 

Estava mais que na altura de admitir isto: sim, eu sou Escumalha.

Durante muito tempo nem sabia que era ou o que isso significava realmente, mas a partir do momento em que me foi dado a conhecer essa realidade, percebi que embora não fosse perceptível à primeira vista, eu era Escumalha.

 

 

Timing.jpg

 

 

Olá a todos quantos se lembram de visitar este blogue aqui à beira-blogosfera plantado. Lembrar que não fazemos reembolsos do tempo que perderam nesta visita e se não ficarem satisfeitos com o conteúdo aqui apresentado é sinal que ainda têm juízo, mas mesmo assim temos pena… não há devoluções para ninguém!

Hoje é um dia em que me sinto particularmente bem-disposto e por isso acho que faltava aqui falar-vos de algo que raramente o faço: as minhas qualidades (pois, já se está mesmo a ver que isto hoje vai ser curto)!

Pois é, este que aqui vos escreve sofre de um grave problema de auto-estima evidente na maioria das linhas deste blogue e não só. Mas já era tempo de me focar naquilo em que realmente sou bom. Para começar auto-intitulo-me “O Gajo Mais Honesto do Mundo”, depois tenho também outras belas características, mas gostava que nos focássemos nesta em particular: Os meus timings! E o que é isto dos meus timings?! É um dom, só pode, que eu tenho e que consiste em qualquer situação por mais estranha que possa parecer eu atrair até mim toda a atenção, deixando todos de boca aberta, tal não é a qualidade aqui do filho mais novo da minha mãe!

Primeiro porque isto de ter o cérebro tao perto da boca, principalmente este cérebro e esta boca, quando em sintonia provocam momentos geniais, modéstia à parte! Mas para facilitar, vamos a exemplos concretos:

 

 

 

 

Não se viver sem ti.jpg

 

Olá a todos, boa segunda-feira e para melhorar tudo o que de mau já existe neste dia mal-amado, continuamos aqui a explorar mais umas confissões da minha vida pessoal em particular!

Hoje vou aproveitar este espaço e falar para ti, tu sabes quem és, já falámos sobre isto, mas queria aqui mostrar perante todos aqueles que visitam o blogue, que apesar de ter tentado muito, eu tive uma recaída. Não sinto vergonha por isso, acho que não há vergonha em admitirmos as nossas falhas e nem estou certo que esta recaída possa ser considerada uma falha. Claro, que isto é o que todos dizem sempre que voltam atrás com as suas decisões, mas se já não aguentava viver sem ti, porque não juntarmo-nos novamente?!

 

 

 

 

red tube.png

Termos da pesquisa: Google, imagens, Red Tube logo. Feito!

Demorei foi umas duas horas a fazer essa pesquisa!

 

 

AVISO: Devido ao tema em questão e tornando-se impossível ser de forma diferente, avisamos os nossos leitores que o texto que se segue contêm, como é hábito, muita asneira, mas também vernáculo do bom. Vernáculo esse, que não sendo uma obrigatoriedade criminosa ao nível dos beijos aos avós, é ainda assim para os mais sensíveis, uma chatice. Lamentamos, mas a liberdade de expressão instituída deixa-nos ser parvos a este ponto e eu estou cá para isso!

 

Depois de dado o aviso, olá a todos bem-vindos a mais uma história de arromba. Com a confissão da semana passada, tirei um peso dos ombros e já que estou neste escarafunchar de esqueletos no armário, hoje vamos a mais um: eu vou ao Red Tube todos os dias!

Rapaziada, eu acho que está mais que na altura de perder a vergonha e dizer o que nos vai na alma e que este meu exemplo seja o rastilho para que outros se cheguem à frente e falem sem inibições. Roubámos alguma coisa?! Estamos a fazer mal a alguém?! Somos deputados?! Não, nada disso, então porquê ter vergonha?!

Eu de Red Tube, já tenho quilómetros. Não há que ter medo das palavras! Já lá vai o tempo (antes dos meus 18 anos) em que nem sonhava o que era o Red Tube. Claro que nos primeiros tempos ia com calma. Sabia lá eu onde é que me estava a meter, tinha que me sentir em segurança, não podia chegar lá dar fogo à peça, assim sem precauções nenhumas!

Tivesse eu feito isso e já estava morto, já não estava cá para contar a história. Aquilo do Red Tube, parece que não é nada de mais, que é só pôr mãos à obra e o trabalho aparece feito e ninguém se fod… magoa! Quem não tiver atenção a ir ao Red Tube, está a meio caminho andar a dar o litro e no fim de contas não era nada daquilo que queria ter feito.

Armem-se em espertos e fanfarrões no Red Tube e depois quando derem por isso, está o animal todo vermelho e vocês todos assados! Sim, meus humildes gabarolas, depois quando tiverem todos partidos e não conseguirem corresponder às vossas obrigações matrimoniais não digam que eu não avisei.

Como seria de prever nem sempre estou virado para lá ir, mas quando dou por aquilo já tenho em mãos um problema para um par de horas! Isto não tem mal nenhum e bom seria que mais gente se chegasse à frente e admitisse que vai ao Red Tube. Ninguém é o super-homem, cada um vai à briga com o que tem, é preciso é dar tudo e de certeza que no fim o trabalho fica feito e bem feito.

Por isso rapaziada, façam como eu, admitam já foram ao Red Tube! Vá um de cada vez: “Já fui ao Red Tube”!

Viram não custa nada, quer dizer, custa, mas é a vida, tem que se trabalhar!

 

20181022_103102.jpg

Pronto aqui está ele, o meu Red Tube!

Agora é só agarrar no instrumento de trabalho e separá-lo.

A pergunta que se impõe: É grande, não é?!

 

 

 

última hora.jpg

 

 

Olá a todos, bem-vindos ao momento histórico em que finalmente eu deito o mito por terra!

Sim, é verdade eu já pinei!

Sei que é uma surpresa para quase todos e muito do que aqui irá ser dito e revelado criará em alguns a satisfação de dizerem: “Eu sabia! Ele tinha que estar a mentir, era impossível ser verdade”. Parabéns para vocês, tinham razão. Claro que nenhuma identidade além da minha irá ser revelada. Não quero que ninguém fique conotado como tendo pinado comigo!

Foi uma mentira que guardei durante muito tempo, e de muita gente, a quem de alguma forma se sentiu ofendido, as minhas desculpas. A partir deste momento tudo será estranho para vocês que acreditaram nesta mentira, ou melhor, acreditaram em mim. Não será fácil, mas acreditem que, desta vez, é a mais pura das verdades.

 

 

 

Olá a todos e bem-vindos a mais um dia na vida do maior Carola da minha rua. Como já deu para perceber pelo título, hoje vou contar-vos as peripécias da criação da Boys Band de maior sucesso em que estive (claro que o facto de ter sido a única é pouco relevante).

Isto para quem me conhece pode ser uma grande surpresa, porque nos dias de hoje eu sou um grande fã de Rock e Heavy Metal, mas sim a verdade é essa: eu estive numa Boys Band!

 

backstreet boys.jpg

Era tipo isto, mas em bom...

 

 

 

Olá a todos e depois de uma semana de interrupção voluntária (por voluntariedade do meu trabalho em não me largar) voltamos com mais episódio n’A Vida Dum Carola.

Hoje gostava de vos contar uma história, prestando homenagem a uma pessoa que todos nós temos na nossa vida: O Nosso melhor amigo. Então cá vai:

Era uma vez o meu melhor amigo — do qual não vou revelar o nome, porque ainda me posso zangar com ele, e depois com o meu próximo melhor amigo tudo isto que se vai relatar aqui hoje ainda será válido para ele também (é quase como aqueles que namoram e que dizem que o namorado(a) actual é o maior amor da sua vida, embora essa actualidade mude de três em três meses) — e como qualquer bom amigo decide acolher-me em sua casa para belas tardes de Football Manager. Tempos áureos esses em que eu começava a treinar o Real Madrid e acabava a treinar outro Real… o de Massamá.

 

 

real massamá.jpg

FM 2019:  À conquista da Champions

 

 

 

 

Olá a todos, hoje voltamos a falar de religião, até porque a Selecção Nacional joga contra a Itália (no momento desta publicação ou ainda joga ou já jogou) e lamentavelmente Deus não estará do nosso lado: decidiu ficar em Itália para se adaptar melhor à Vecchia Signora (há certas senhoras de idade —aka MILFs— que, lá está, Deus as conserve e guarde).

Cristiano Ronaldo Juve.jpg

Em nome do pai, do filho e do Cristiano! Oremos irmãos!

 

 

 

 

Olá a todos mais uma vez. Nesta segunda-feira que, como todas as outras, é sempre complicada (excepto para quem está de férias), eu venho falar-vos duma experiência também bastante complicada que tive na minha juventude: Dentes e Dentistas!

Ainda eu mal sabia que haviam dentes de leite e dentes definitivos e houve alguém que olhou para a minha boca e decidiu chumbar uns quantos. Ninguém explica a uma criança de 7 anos que até os dentes têm de estudar senão não passam de ano, eu nem sabia que havia escolaridade para dentes…

Vamos lá ao que interessa, digo eu e disse o doutor assim que me apanhou de boca aberta! Broca, pra cá, sons estranhos pra lá, o senhor dentista muito contente a fazer o seu “trabalho” e eu cheio de medo, até que às tantas…

 

Dentista Broca.jpg