Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

De: Mim

Para: Redes Sociais

Data: Segundo uma notificação, foi num dia destes

 

Queridas Redes Sociais, eu sei que não é justo estar a englobá-las todas “no mesmo saco”, mas queria aqui discorrer sobre uns assuntos com vocês e individualmente a tarefa seria impossível e muito repetitiva.

Em primeiro lugar sou vosso fã, já deixei like e tudo!

Gosto muito da forma como a vossa existência tornou o Mundo mais pequeno, permitindo encurtar distâncias e matar saudades daqueles que vivem longe. Os nossos amigos estão todos ali “à mão de semear” para uma conversa, para partilhar aquilo que estamos a fazer ao longo dos nossos dias seja através de fotos ou vídeos.

redes sociais.jpg

 

 

 

De: Mim

Para: Rúben Semedo

Data: Num destes dias após a tua detenção

 

Olá Rúben, meu querido amigo. Se eu fosse realmente teu amigo começaria assim…

Estaria aqui feliz por ti, pela tua transferência para Espanha, e por finalmente, e para regalo deste benfiquista que te escreve, teres deixado o Sporting. Sim o meu presidente (o da República) deixa que fale à vontade. Fico feliz porque és um bom jogador, pena foi que a partir do momento em que te assumiste benfiquista, os teus erros, que anteriormente eram normais da inexperiência competitiva, agora seriam para beneficiar o teu clube do coração.

Por isso, ir para o Villarreal foi bom para ti e para os teus amigos, e era agora que eu também queria estar incluído nesse lote.

 

Rúben Semedo.jpg

 

 

 

De: Mim

Para: Rio Tejo

Data: Num dia triste para o meio ambiente (são tantos, escolhe um)

 

Meu caro Rio Tejo, venho por este meio pedir imensa desculpa pela forma como ultimamente te tratam sempre que passas por este país.

Seria fácil para mim dizer que não tenho ligação nenhuma a essas empresas e que por isso a culpa não é minha e que não tenho nada a ver com aquilo que te estão a fazer.

 

 

De: Mim

Para: A pedra mais preciosa da minha vida

Data: Antes de hoje, mas somente para hoje

 

love-is-in-the-air2018.jpg

 

 

Num dia como este, faltam-me as palavras e nem sei bem por onde começar. Já são tantos anos e outros tantos milhares de momentos juntos, que seja lá o que for aqui escrito, será sempre uma ínfima parte daquilo que sinto por ti.

Acho que aquilo que mais me surpreendeu no meio desta situação toda, é que apesar de já nos conhecermos há muito, foi só de há uns anos para cá (e não me perguntes quantos, sabes que sou péssimo com datas) é que te olhei com outros olhos e a partir desse momento tudo mudou, arrebataste-me até ao fundo do meu ser.

Desde esse dia eu acredito que, tal como agora a música diz, é um amor para a vida toda.

 

 

2018-1.jpg

 

De: Mim

Para: 2018

Data: Neste dia

 

         Querido 2018, eu sei que ainda agora chegaste e ainda estás a conhecer os cantos à casa, mas vou-te já explicando aquilo que te espera e aquilo que os teus antecessores passaram e que muito provavelmente também tu irás passar.

         Os primeiros dois meses vão ser uma maravilha. Logo no primeiro dia encheram-te de mimos e promessas. Vai ser maravilhoso: Felicidade, dinheiro, saúde para todos e paz no Mundo (esta última já deve estar em desuso).

         Mas quando chega a Março a conversa já começa a mudar. As dietas prometidas com a tua chegada ainda não arrancaram e talvez já nem arranquem. A atrapalhar muito isso está a falta de exercício e aí, vais ver, a culpa vai ser tua, caro 2018 (e é melhor ires-te habituando). Chegas e trazes contigo um frio descomunal que não há boa vontade que resista.

         Não vais argumentar, como outros Anos antes de ti, que a culpa é das pessoas, que não tem realmente vontade de se esforçar para cumprirem aquilo que elas mesmo prometeram?! Deixa-te disso, ainda és demasiado novo, respeita quem já cá estava antes de ti.