Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

Para efeitos legais (nomeadamente: processos por calúnia) e para efeitos ilegais (nomeadamente: levar porrada, forte e feio) a história que se segue, ocorreu exactamente como vai ser contada, no rácio de 0,01% de veracidade. Por isso aos visados(as) peço que compreendam que não podia deixar passar um dia tão marcante na minha vida!

Para quem não sabe, e até para quem sabe, pode parece estranho, mas houve uma altura da minha vida em que a minha auto-estima estava em alta. Contando do chão para cima, tinha a auto-estima bem lá em cima… na linha do tornozelo! Não é para todos!

 

auto-estima.jpg

 

 

 

 

 

 

         O acontecimento que hoje relato aqui é, como todos os anteriores, cem por cento verdadeiro, palavra por palavra.

         Desde que vejo as notícias sobre as operações do autoproclamado Estado Islâmico que me pergunto: quando terão começado?! Quem será o fundador do movimento?! Qual a razão para a sua formação?!

         Todas estas perguntas me inquietaram e embora alguns ditos “investigadores” afirmem possuir as respostas, decidi investigar de forma exaustiva, minuciosa, competente e, acima de tudo, verídica. A conclusão a que cheguei é que estes investigadores de meia tijela, estavam redondamente enganados.

         A verdade é que, e embora me custe muito admiti-lo, o Estado Islâmico nasceu, com toda a certeza, na minha escola secundária nos anos em que a frequentei.

 

Secundaria.jpg

A antiga sala do aluno ou seria o centro operacional?!