Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

saldos-billboard

SamitérioDeAnimais1.png

Olá pessoal, como vão essas leituras?! Pois é, hoje é dia de voltar a falar de um livro, mas acima de tudo, é dia de falar de um projecto que tenho muita pena de ter prejudicado pela minha falta de disponibilidade, ainda por cima quando fui eu que o decidi realizar. O #6mesesalerstephenking foi uma ideia que tive (como tantas outras que há por essa Internet fora) de incentivar mais gente a ler Stephen King, que para mim sendo um nome conhecido nunca tinha investido muito nos seus livros também porque eu fugia do género de Terror. Por isso, queria também com este projecto mostrar que não é só terror puro, é Thriller e muito recentemente também foi editado em Portugal “Escrever”, um livro que já cá mora e que fará parte deste projecto.

Sim, porque este projecto não morreu, apenas posso dizer que ficou suspenso e que agora espero estar em condições de o poder cumprir. Assim, hoje é dia de falar de “Samitério de Animais” (título original: Pet Sematary) edição portuguesa da Bertrand Editora. Nesta história temos a chegada do médico Louis Creed à pequena cidade do Maine, onde existe um cemitério muito utilizado por crianças para enterrarem os seus animais de estimação e ao qual Louis recorre para enterrar o seu gato depois deste ser atropelado por um camião. A partir daqui toda uma história sinistra se desenvolve que promete meter em causa todas as certezas que Louis aprendeu com a ciência que estudou.

 

SamitérioDeAnimais2.png

 

 

 

 

 

 

OAssassinoDoCrucifixo1.png

 

Olá pessoal, como se estão a aguentar nesta nova época de confinamento e maiores restrições?! Espero que se tenham abrigado nos livros e em grandes leituras, mas como devem ter reparado tenho andado muito desaparecido e principalmente os últimos dois ou três meses têm sido muito atarefados e o tempo livre tem escasseado, mas espero ter um ritmo mais constante daqui para frente e entrar no novo ano em grande.

O livro de hoje é de um autor que me foi sugerido através de um comentário anónimo no meu blogue (sim, existe um blogue associado às páginas das redes sociais!!). É para verem como eu levo todos os comentários a sério, ainda por cima quando se tratam de livros! Por isso, caro anónimo se me estás a ler, segui o teu conselho e, spoiler alert, não fiquei nada desiludido.

 

OAssassinoDoCrucifixo2.png

 

 

 

 

 

 

TheSevenHusbandsOfEvelynHugo1.png

Olá pessoal, como vão essas leituras? Hoje estou de volta para mais uma review, atrasadíssima eu sei, mas estou a fazer o meu melhor para regularizar todas estas leituras e reviews para voltar em força e fazer o balanço de 2020 que tem sido um ano tão estranho a todos os níveis que acho que ficará gravado na memória de muitos de nós!

O que também fica gravado na memória é que finalmente vamos ter a tradução para Portugal deste livro que vos falo hoje: The Seven Husbands of Evelyn Hugo da Taylor Jenkins Reid, uma autora já publicada em Portugal e talvez por aí se estranhe ainda mais a demora em traduzir este livro (até antes do Covid já vinha com atraso). Às vezes custa a perceber os critérios que as editoras portuguesas usam para escolher o que traduzir ou não. Digam-me: que livro é que anseiam, há anos, ver traduzido?

Dizer que este foi o primeiro livro que li em Inglês. Desde há muito tempo que me queria aventurar a ler um livro inteiro em Inglês e já tinha visto muita a gente a elogiar este livro, por isso decidi que seria ele, o meu primeiro livro em Inglês. O segundo será um pouquinho maior (pesquisem The Stand, do Stephen King, depois falamos  ).

 

TheSevenHusbandsOfEvelynHugo2.png

 

 

 

 

 

AquelesQueMerecemMorrer1.png

 

Olá pessoal, como têm estado?! Eu sei que tenho andado muito desaparecido e é provável que vá continuar assim por uns tempos. Há muita coisa a acontecer e o tempo para ler não tem sido o mesmo e as reviews acabam por atrasar também. Espero que compreendam e que continuem aí desse lado, porque vocês (e vosso amor pelos livros) são uma parte importante desta página e fico agradecido pela paciência.

Vamos então falar daquilo que interessa: “Aqueles que Merecem Morrer” (título original: The Kind Worth Killing) de Peter Swanson, edição portuguesa Editorial Presença. Só soube da existência deste livro (e de tantos outros) graças à @dorasantosmarques e depois de ler a sinopse fiquei logo muito curioso, quanto mais não fosse pela forma original como Lily e Ted se conhecem e como tudo se desenrola a partir desse momento.

 

AquelesQueMerecemMorrer2.png

 

 

 

 

 

 

AVerdadeEOutrasMentiras.jpg

 

Olá a todos, bem-vindos e vamos lá a mais uma opinião. Finalmente chego à minha última leitura do mês de Agosto. Não se pode dizer que tenha sido a melhor maneira de acabar o mês, mas não é menos verdade que também só escolhi este livro por ser dos mais pequenos que ainda tenho para ler!

Temos então “A Verdade e Outras Mentiras” de Sascha Arango publicado em Portugal pela Editorial Presença. Ora nesta história temos Henry Hayden, um escritor de enorme sucesso que vê toda a sua vida posta em causa quando a amante lhe revela que está grávida.

 

1.png

 

 

 

SexoDrogaseSelfies.jpg

 

 

Olá pessoal, bom Domingo! Volto hoje com mais uma opinião ainda do mês de Agosto, que foi o mês em que li mais livros de sempre (6, parabéns para mim) mas que teve como dano colateral um atraso de muitos livros sobre os quais falar. Estou a dar o meu melhor para actualizar as opiniões o mais rápido que me for possível.

Hoje vou falar do quinto livro do mês passado “Sexo, Drogas e Selfies” de Francisco Salgueiro editado pela Oficina do Livro. Como sabem, esta não é a minha estreia com este autor, sendo o meu terceiro livro, depois dos dois “O Fim da Inocência” (um deles já foi falado há algum tempo aqui no blogue). Aliás, o primeiro “O Fim da Inocência”, serve de guia para a nossa personagem principal!

 

1.png

 

 

 

 

Olifaque.jpg

 

 

Olá pessoal, sejam bem-vindos a mais uma opinião. Hoje temos aquela que foi a minha quarta leitura no mês de Agosto e a segunda para o tema dos meses de Julho e Agosto para o The Bibliophile Club: Livros para ler ao sol!

O tema em si já é bastante abrangente e subjectivo, mas achei por bem que se calhar se fosse ler um Thriller não seria bem o género mais adequado. Foi então que me decidi a ler “Penas de Pato” de Miguel Araújo, leitura leve e descontraída, e se conseguisse iria arriscar neste livro que tem “Verão” escrito por todos os lados. Falo-vos de “Olifaque” de João Magueijo, editado pelo Clube do Autor.

 

1.png

 

 

 

 

apacientesilenciosa.jpg

 

 

Olá, bom Domingo a todos! Como vão essas leituras? Hoje é dia de dar a minha opinião a um livro que já foi falado por muita gente e que em grande parte contribuíram para que eu o comprasse. Foi a minha terceira leitura do mês de Agosto: A Paciente Silenciosa de Alex Michaelides da Editorial Presença.

Desde que li a sinopse que fiquei logo com a pulga atrás da orelha. Primeiro, o que é que leva a nossa pintora de sucesso Alicia Berenson a assassinar o marido?

 

 

1.png

 

 

 

 

 

 

guardachuva.jpg

 

 

Olá a todos, essas férias estão a dar para meter as leituras em dia? Para quem não tem férias nesta altura não desanimem, leiam um livro que isso passa!

Ora então hoje vamos falar da minha segunda leitura do mês de Agosto. Depois de ler “Princípio de Karenina” deste mesmo autor, sabia que queria voltar a ler mais dele e como tinha aqui em casa dois dos seus livros, decidi deixar que fossem, mais uma vez, os seguidores no Instagram (são os maiores!) a escolherem qual seria a minha próxima leitura! E daí que decidiram “Para Onde Vão os Guarda-Chuvas” editado pela Companhia das Letras Portugal.

 

1.png

 

 

 

Confesso.jpg

 

 

Olá pessoal, como vão essas leituras? Essas férias têm trazido boas leituras? Devo confessar que, embora não esteja de férias, tenho conseguido ler mais e estou bastante contente com os livros que tenho lido ultimamente. Hoje falo-vos daquele que foi a minha primeira leitura deste mês de Agosto: “Confesso” de Colleen Hoover editação portuguesa da Topseller e vencedor do prémio melhor romance 2015 do Goodreads.

Colleen Hoover é uma das escritoras mais faladas em Portugal nos dias que correm, tem uma legião de fãs e os seus livros são dos que mais se vêem reviews nas redes sociais. Com visita marcada para Lisboa no dia 11 de Novembro, muitos dos seus fãs já se encontram em alvoroço para que esse dia chegue depressa.

No entanto, não foi por nada disto que acabei por ler este livro. A história de como este livro acabou na minha estante já está no Instagram é só irem lá espreitar! Vamos então à história.

 

 

1.png