Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

WOOK - www.wook.pt

Verity1.png

 

 

 

Olá pessoal, como vão essas leituras? Qual é a vossa leitura por estes dias? O livro que venho falar hoje foi a escolha do meu par para este mês de Junho no #chooseforme, organizado pela @randygirlstuff e pela @chuvadeletras__. Tem sido muito divertido participar neste projecto e parece que já estão a magicar mais ideias para manter este grupo e todos os seus pares animados.

Neste mês de Junho o meu par é a @ricardabooks que escolheu “Verity” da mais que conhecida Colleen Hoover, editado em Portugal pela TopSeller. Desta autora só li o “Confesso”, adorei e foi uma grande surpresa porque tinha aquele preconceito estúpido de que se está tudo doido com esta autora é porque é demasiado romântico para o meu gosto. Mas enganei-me, claro que não deixou de ser um romance, mas a escrita e a história foi montada de forma espectacular. Quando soube que “Verity” era a estreia da autora pelo mundo dos Thrillers, fiquei ainda mais curioso e decidi que seria o próximo livro que teria da autora.

 

Verity2.png

 

 

 

 

 

 

LaranjaDeSangue1.png

 

 

Olá pessoal volto hoje para falar de um livro que tem sido muito falado desde que foi editado em Portugal no início do ano. Qual foi o livro que foi editado em 2020 que mais curiosidade vos suscitou? Confesso que este era um dos que mais interesse me tinha despertado. Temos então “Laranja de Sangue” (título original: Blood Orange), edição TopSeller.

Este livro foi a minha primeira leitura conjunta e gostava de agradecer à @obsessoesliterarias pelo convite, foi muito divertido ir acompanhando a leitura diariamente e falando sobre aquilo que íamos lendo e as teorias que se ia formando na cabeça de cada um. É uma experiência a repetir no futuro. Costumam fazer muitas leituras conjuntas?

Neste livro acompanhamos a vida de Alison uma advogada que recebe o seu primeiro caso de homicídio. Alison tem várias questões para resolver além deste caso: tem um marido e uma filha que tem vindo a negligenciar, coincidência (ou talvez não) tem um caso com um colega e pior que isso tem alguém que conhece este segredo e que se prepara para lhe fazer a vida num inferno. Inferno esse que Alison rega com demasiado álcool diariamente.

 

LaranjaDeSangue2.png

 

 

 

 

 

ACasaDeBonecas.jpg

 

 

Olá pessoal, mais um dia, mais uma opinião! Não podiam ser só más notícias! Continuamos a falar de mais um livro para o #challengedomes da @chuvadeletras_ e da @fantasy.world97, desta vez da quarta e última semana do desafio. Nesta semana tínhamos de escolher entre Fantasia e Policial. Foi uma escolha fácil, já que adoro policiais. Foi mais difícil escolher qual dos policiais ler entre os muitos que estão aqui em casa.

No entanto, decidi voltar a ler mais um livro de um autor que tenho adorado, do qual já li dois livros, mas que por razões diferentes ainda não consegui dar-lhe 5 estrelas. Por isso parti para esta leitura com o pensamento que à terceira era de vez! Escolhi então “A Casa de Bonecas” (título original: The Doll’s House) de M. J. Arlidge, o terceiro livro da saga da detective Helen Grace, editado em Portugal pela TopSeller.

 

ACasaDeBonecas1.png

 

 

 

 

 

àmorteninguémescapa.jpg

 

 

Olá pessoal, vamos a mais uma opinião?! Esta foi a minha primeira leitura de Fevereiro e um regresso a um autor que conheci o ano passado e do qual gostei muito. Qual foi o autor que conheceram o ano passado que mais gostaram de ler?

Vamos então falar de “À Morte Ninguém Escapa” (título original: “Pop Goes the Weasel”) de M. J. Arlidge, editado em Portugal pela TopSeller. Este é o segundo livro do autor e onde vamos voltar a seguir a detective Helen Grace em mais um caso, depois de tudo aquilo que lhe aconteceu em “Um, Dó, Li, Tá”.

 

ámorteninguémescapaquote1.png

 

 

 

 

 

 

asgémeasdogelo.jpg

 

 

 

Olá pessoal, então como vão essas leituras? Essa meta anual de livros está muito longe? Que livro estão a ler por estes dias? Hoje vamos falar de um livro que além de ser a minha estreia com o autor, também tinha grandes expectativas sobre ele, infelizmente não as cumpriu todas, mas vamos lá com calma…

Temos então “As Gémeas do Gelo” (título original: The Ice Twins) de S. K. Treymayne, editado em Portugal pela TopSeller. Dizer que achei a sinopse espectacular e talvez isso tenha contribuído muito para começar com as expectativas lá todas para cima. A história conta-nos que haviam duas gémeas, Lydia e Kisrtie, e que ao cair acidentalmente Lydia morre.

 

1.png

 

 

 

 

nofinalmorremosdois.jpg

 

 

Olá pessoal, bem-vindos a mais uma opinião! Então como estão essas leituras de Outono?! Hoje venho falar da minha terceira deste mês “No Final, Morrem os Dois” (título original: They Both Die At The End) de Adam Silvera, editado em Portugal pela TopSeller. Primeiro que tudo (e por vezes esqueço-me de referir), que capa espectacular! À primeira vista, uma capa gira, pacífica, e quase que me passava despercebido a forma da sombra dos nossos dois personagens, um pequeno grande pormenor.

 

1.png

 

 

 

IMG_20190930_130244.jpg

 

 

Olá pessoal, preparados para mais uma opinião?! Nem eu… então vamos lá. Hoje é dia de falar daquela que foi a minha primeira leitura deste mês de Outubro, um dos livros mais falados do momento: “O Homem dos Sussurros” (título original: The Whisper Man) de Alex North (pseudónimo), editado em Portugal pela TopSeller.

Esta história começa com a chegada a Featherbank de Tom Kennedy e do seu filho Jake. Featherbank parece uma terra pacata, mas que esconde no seu passado, Frank Carter, um assassino em série que ficou conhecido como “O Homem dos Sussurros” porque à noite atraía as suas vítimas sussurrando-lhes à janela. Acabou detido, e lá continua há duas décadas. Até aqui caso resolvido e fechado, isto até outro rapaz ter desaparecido dois meses antes da chegada de Tom e Jake, em circunstâncias idênticas às de todos os outros que Frank Carter assassinou.

 

1.png

 

 

 

IMG_20190901_083008.jpg

 

 

Olá pessoal, bom fim-de-semana a todos e vamos lá a mais uma opinião, a última para o SeptemberThrills. As leituras têm estado em bom ritmo, mas os posts de opinião ainda estão um pouco atrasados, mas já estou quase a ficar em dia!

Então para finalizar a minha participação neste desafio temos o livro de Riley Sager “Duas Verdades e Uma Mentira”, editado em Portugal pela TopSeller e com o título original: The Last Time I Lied (um minuto de silêncio em memória das boas traduções de títulos… Obrigado).

 

1.png

 

 

 

 

UmDóLiTá.jpg

 

 

Olá pessoal bem-vindos a mais uma opinião. Finalmente começo hoje a falar sobre as leituras de Setembro. E neste mês de regressos e recomeços depois de muita gente estar de férias, nada melhor que melhor que entrar num projecto que me vai tirar da minha zona de conforto como nenhum outro. Este projecto foi organizado pela @dorasantosmarques e pela @tininha_666 e chama-se SeptemberThrills! Como o título deixa antever, isto é algo que eu nunca fiz, nem nunca li, além de que está muito longe de ser o meu género favorito, mas lá consegui arranjar uns livrinhos que podem ser que sirvam para aguentar este suplício… outra coisa que eu não gosto nada é de ser sarcástico e andar aqui a enrolar quem me lê até que as pessoas cheguem à conclusão que eu sofro de alguma doença mental por diagnosticar.

Concluídos que estão estes cinco minutos de estupidez agravada, vamos lá então falar do primeiro (que era para ser o último) da minha lista de quatro livros que agendei para ler neste desafio. Este livro foi adiantado na lista de leitura porque na altura (parece que foi há muito tempo, mas foi há duas semanas talvez) a @livrariawook tinha grande parte da colecção do autor M.J. Arlidge em promoção e eu precisava de saber se iria gostar dos seus livros, para decidir se aproveitaria a promoção ou não (SPOILER ALERT: comprei mais dois livros!). Temos então “Um, Dó, Li, Tá” de M.J. Arlidge, editado pela Topseller.

Falar de Thrillers e Policiais é mesmo a minha praia e qualquer sinopse simples ou capa bonita é razão suficiente para mais uma compra impulsiva! Eu acho que se existir algum livro com o título “Isto é Um Thriller” eu compro-o sem ler a sinopse (e depois vou a ver e ainda há de ser algum livro sobre o hit do Michael Jackson). No entanto a sinopse deste livro já é de deixar com a pulga atrás da orelha.

A história conta-nos que há um assassino em série à solta com um estranho padrão de actuação: faz dois reféns, deixa-lhes uma arma com uma bala e uma decisão, quem vive e quem morre, onde aquele que matar será libertado pelo raptor. Para resolver este caso está a detective Helen Grace, que após perceber este comportamento, percebe também que corre contra o tempo para evitar que o nosso assassino faça mais vítimas.

 

1.png

 

 

 

Confesso.jpg

 

 

Olá pessoal, como vão essas leituras? Essas férias têm trazido boas leituras? Devo confessar que, embora não esteja de férias, tenho conseguido ler mais e estou bastante contente com os livros que tenho lido ultimamente. Hoje falo-vos daquele que foi a minha primeira leitura deste mês de Agosto: “Confesso” de Colleen Hoover editação portuguesa da Topseller e vencedor do prémio melhor romance 2015 do Goodreads.

Colleen Hoover é uma das escritoras mais faladas em Portugal nos dias que correm, tem uma legião de fãs e os seus livros são dos que mais se vêem reviews nas redes sociais. Com visita marcada para Lisboa no dia 11 de Novembro, muitos dos seus fãs já se encontram em alvoroço para que esse dia chegue depressa.

No entanto, não foi por nada disto que acabei por ler este livro. A história de como este livro acabou na minha estante já está no Instagram é só irem lá espreitar! Vamos então à história.

 

 

1.png