Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carola Ponto e Vírgula

Carola Ponto e Vírgula

autores-billboard

20181229_114519.jpg

 

 

Olá pessoal, hoje vou ser muito honesto com vocês, esta opinião será tão coerente como o título do livro em questão e, acima de tudo, imparcial! Por isso cá vai: o livro de que vos falo hoje é “Incoerências” de Rita Mendes, uma perfeita desconhecida para mim, só sei que é mãe de um dos meus melhores amigos (eu nem fui à apresentação do livro nem nada…)! O livro é-nos trazido pela Editora Ómega e encaixa perfeitamente no tema do The Bibliophile Club deste último mês de 2019: Poesia.

Eu acho que não lia poesia desde o tempo da escola, o que parecendo que foi ontem, já foi há mais de uma década. Também por isso achei que assim juntava o útil ao agradável e além de voltar aos poemas, podia falar e promover (e o que este blogue promove…) o trabalho de uma pessoa que eu conheço! Por isso esperem, acima de qualquer dúvida… o título do livro!

 

1.png

 

 

Foi para mim uma grande surpresa quando soube que este livro iria ser publicado, fiquei muito contente, mas não sabia o que esperar. Fui à apresentação e além de contente fiquei espantado tanto pelos poemas, como pelo talento que a autora tem a declamá-los. É isso que para mim é poesia: não são “só” uns versos escritos e que de vez em quanto rimam, não, a poesia é algo que ganha vida e tem que ser bem lida e é também por isso que eu acabo por não ler muitos poemas…

 

2.png

 

Neste caso, o livro mesmo sendo pequeno, demonstra profundidade e originalidade, estando dividido em quatro tipos de incoerências: do ser, do querer, do sonhar e do viver. Além de ter devorado o livro num par de horas, percebi também que tenho uma tendência (óbvia para mim) para poesia em quadras (eu nem sei se o termo técnico é este) e que rimam.

 

3.png

 

Como é óbvio, adorei o livro e espanta-me ver o talento que pessoas tão próximas têm. Foram 4 estrelas no Goodreads e gostava muito que vocês lessem e me dessem a vossa opinião. Espero ler mais poesia em 2020 e, já agora, que livros de poesia me aconselham?

Também estou curioso por ver quais serão os novos temas do The Bibliophile Club para o novo ano. Acho que foi um bom primeiro ano para o projecto e que devíamos todos (porque também é dos membros que se faz o projecto) participar mais e interagir mais nos posts uns dos outros, eu da minha parte assumo esse compromisso, quem mais? Bom ano para todos, que venha mais um ano recheado de grandes livros! Boas leituras e até à próxima.

 

4.png

 

 

 

 

 

5 comentários

Comentar post